Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Feridas


Você nunca me doeu tanto. Me sinto como se só eu tivesse sofrendo com isso. Como se você nunca tivesse se importado na verdade, e que tudo isso tenha sido muito fácil pra você. Me sinto tão mal e você nem aí, passa por mim com seus óculos escuros, seu violão nas costas e nem olha pra trás. E eu também no olho pra trás pra ver pra onde você tá indo, só pra fingir que não me importo. Só pra ser mais como você. Mas, eu não sou. Eu me importo. Sinto muito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui