Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 2 de maio de 2010

as promessas estão todas aí,

posso escolher aquele que vai me amar incondicionalmente e me colocar num pedestal, que vai tentar encher minha vida de luz e sorrisos e não vai se conformar com minhas meias alegrias. Basta responder um chamado, basta eu dizer sim. Mas tudo que vem fácil, vai difícil. E minhas tentativas de gostar das pessoas já me esgotaram. Não quero começar mais nenhuma relação que eu já conheço o script: eu me encanto, ele se apaixona, eu me esforço pra gostar, ele tenta me conquistar, eu me culpo, ele sofre (...). E a razão vai tomando conta de mim de novo. Como vou tropeçar se sempre calculo meus passos? Como vou me entregar se sempre calculo meus braços? Eu não vejo mais encanto em ninguém, não me iludo por palavras que teriam tudo pra me agradar. Eu quero mesmo é o complicado. E de repente, o complicado se torna fácil. Olhou pra mim, esqueceu a ex, aprendeu a gostar do que eu gosto. Virou só mais um final. Já deu tempo de me apegar, de ficar com medo de terminar. Nessa história toda, o único complicado sou eu.

-



Serão sessenta os passos dela,

Serão trinta os passos dele,

então, terão acertado o PASSO.



-

lua nova. nova vida. novo amor.


"Ainda assim, naquele instante, eu me senti bem. Inteira. Pude sentir meu coração batendo no peito, o sangue pulsando quente e rápido por minhas veias de novo. Meus pulmões se encheram do doce aroma que vinha da pele dele. Era como se nunca tivesse havido um buraco em meu peito. Eu estava perfeita - não curada, mas como se nunca tivesse sido ferida."
Lua Nova


p.s.: ele me destruiu e você me reformou. E ninguém poderia fazer isso como você fez. eu te amo mesmo que o tempo te levar g.m. <3

olhos de ressaca


Lendo Machado de Assis, parei no capítulo 'olhos de ressaca' e comecei a ler a descrição deles. E lembrei dos teus olhos. Os olhos que sempre me fazem perder o ar por meio minuto. Ah, que olhos! Olhos por vezes infantis, e tantas outras amadurecidos. E sempre os mesmos olhos. Já me perco nele por três meses, desde o primeiro dia fui arrastada para dentro do que você é. E você é bem mais que o sol ou a lua, você é bem mais que a música que eu gosto, bem mais do que o livro que eu adoro. Você é o que transmite neles, você não é meio homem. você não fala meias verdades. Ou é sim, ou é não. E esses seus olhos transparecem você. E eu amo me deixar levar por esses olhos de ressaca.

jess torres