Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

seguiremos!


E novamente minha mente vaga à procura de você. Da última vez que puder sentir seu cheiro e unir nossos lábios. E na minha mente, fica um enorme vazio, porque não sei mais como é teu rosto, e nem que gosto tem teus lábios. Porque faz tanto tempo que não posso ter o melhor prazer da vida, porque você preferiu o mundo. Apesar de sermos tão iguais e tão unidos você preferiu experimentar mais bocas para esquecer mais rápido o gosto do meus beijos. E você segue... do mesmo jeito que eu sigo, do mesmo jeito que eu procuro minha felicidade, espero que você ache a sua. Porque ao te amar, eu não quero só tê-lo para mim, eu quero você feliz. Eu quero o seu sorriso bobo de quando nos conhecemos, ou o teu jeito envergonhado que nunca te deixou cantar para mim. Ou até mesmo o jeito de como você parecia estar feliz enquanto me beijava. E de como você estava feliz enquanto me beijava. E enquanto não te esqueço, continuarei aqui, escrevendo textos que você nem vai ler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui