Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 21 de março de 2010

meu herói '


olho em volta e apesar de ter tudo, não consigo ver nada. Não sei o que acontece comigo, mas, em dias chuvosos é como se um abismo se fizesse na minha frente e não existisse mais caminho algum para eu continuar a trilhar. E como conseguirei continuar? Preciso da tua mão gigante que esconde e aquece a minha quando eu preciso, ou quando me sinto só, ou quando você me abraça e me protege de todo o medo, todo o pânico que eu tenho de amar. E não consigo ver nada, porque só vejo você, só penso em você, só sinto você. E todo o pânico e o todo medo de amar você o apagou. Mas, ainda sim, tem algo mais profundo, as dores de infâncias, os traumas do passado, que me fazem chorar numa noite chuvosa, e só você com seu jeito calmo (em tese), dizendo palavras bobas que me fazem esquecer de tudo, de tudo que eu tinha medo, e de tudo que me paralisava. E desde nossa primeira conversa eu percebi que só você faria isso, e só você fez isso. Mesmo quando era meu melhor amigo, você fazia isso por mim, você me ajudava mesmo quando não iria ganhar nada em troca. Depois disso virou parte de mim, meu namorado, meu companheiro, e a cada momento que lembro que é você que está comigo, é como se uma chama de vida, de esperança se abrisse para esse meu caminho tão escuro, tão sem vida, tão sem nada. E com todo esse brilho que você traz você faz de uma simples conversa a alegria do meu dia; você faz de um simples beijo, um feito histórico, e você faz sua existência a minha, porque hoje não vivo sem você e nem você sem mim. E essa chuva que não passa, e que continua a me enxarcar de insanidade, aquela loucura de quando queremos simplesmente jogar tudo pro alto e ter aquela pessoa ao seu lado, e essa loucura que fica me infernizando a cada dia que se passa, e a cada dia que se passa, eu sei que só fico mais louca porque começo a te amar mais, cada vez mais, sempre mais. E a cada momento que te amo, sinto que a mais para amar, a mais para viver ao seu lado, e esse é o problema, quando viverei ao teu lado? Eu preciso de todo o seu ser, todas as horas dos dias, todos os dias do ano, e todos os anos da minha vida. E essa chuva que só aumenta, esse barulho que enche meus ouvidos, esse barulho que me faz querer gritar, gritar pra todos que é com você que eu quero estar, e que nem um outro me fará maior bem, nem um outro será melhor do que você em nada. E quando menos espero, você chega. Ai o sol aparece, toda a minha loucura se torna carinho, paixão, amor... E você vem e faz isso comigo, segura a minha mão e me guia pelo caminho inacabável de nossas vidas tão complicadas e tão simples. E me dá segurança pra eu poder continuar minha vida, continuar a ir pra escola, continuar as pessoas e as coisas que eu já não suporto mais. E me dá vida, e me salva, sempre me salvando. Me salva do medo, me salva do ódio de tudo, e me salva de mim mesma. Me salva com esse amor, que nem sei se um dia uma criatura como eu mereça, mas, que você me dá, e eu tento te retribuir, mesmo sendo desajeitada, e não sabendo como te tratar, será que podes me dizer como se trata um herói?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui