Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Tenho medo de perder-te...


Você não é meu. Por mais que eu tente ou por menos que eu faça, você não é meu. Então porque eu tenho tanto medo
de perder algo que não me pertence? Será por insegurança? Será por ter certeza de que por vs ser perfeito demais
nunca vai ser meu?
Eu sei disso, mas, ainda sim. Tenho medo de perder-te. Perder nossas brincadeiras, perder nossas músicas, perder
teu sorriso, perder teu beijo.
Ahhh, teu beijo. Não posso e não consigo perdê-lo. o carinho que vem de você quando nos beijamos é intenso, é forte.
E mesmo assim, você não é meu.
Maldita seja, aquela que possui teu coração. Ela o tem por inteiro. Mas, você continua morando tão perto,
chega a dar vontade de ficar em frente a sua casa a sua espera, só pra quando sair, eu poder te olhar.
Ao menos olhar.
e ao te olhar, eu vejo a mais perfeita das criaturas (apesar de não ser), em todos os seus estragos, eu vejo
perfeições.
E te quero assim, com todos seus estragos, com todas tuas perfeições, porque pra mim, você é perfeito ao seu modo.
Do seu jeito.
E mesmo você não sendo meu, eu tenho medo de perder-te.
Talvez porque quando eu fecho os olhos é so você que eu vejo, talvez porque quando vejo um estranho na rua,
é você que eu vejo.
É incrível o que você conseguiu fazer comigo, parece mágica.
E mesmo, estando incondicionalmente apaixonada por você, você não é meu, não meu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui