Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

mantendo distância


O que eu posso fazer hoje é me manter longe e te observar, enquanto aos poucos você vai sumindo da minha vida.
Você pode até achar besteira minha, ou que eu estou ficando doida, mas olhe bem. Onde fomos parar, como nos tratamos, como nos comunicamos, olha quem, hoje, está em lugares mais próximos de você, e infelizmente não é mais eu.
E de pouquinho em pouquinho mais gente vai entrando na sua vida, e a minha imagem daquelas tardes vai se apagando do seu mural de memórias.
Eu sinto muito, mas nem eu posso fazer alguma coisa. Não sei se percebeu, o quanto eu tô tentando, ficar mais perto. O quanto eu tô tentando não te deixar ir. Mas, não tá dando.
Eu sinto você indo. E tento com todas as minhas forças gritar mais uma vez: fique um pouco mais aqui.

p.s.: eu ainda estou aqui onde me deixou, m.

jess torres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui