Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

desisto.







Desisto. De você, de nós. Há dois dias que nos vemos e você é apenas um conhecido que me diz 'oi' e pronto. Desisto. Não por não te querer mais ao meu lado, mas, por não ter mais força de esperar até isso voltar acontecer. Você era meu melhor amigo. Hoje, não sei mais quem é. Não tem mais o mesmo sorriso no rosto, nem sei quando foi a ultima vez que esteve realmente feliz.
Vou botar aqui embaixo as nossas coisas, vou devolvê-las... (i love you).


"o que vs sente quando passamos tarde juntos fazendo.... nada?

sinto alegria interior sabe, é um tipo de completação de alma e corpo, algo que me alegra por demais, uma maneira de se sentir vivo ;;"

"então, tive muitas anjos em minha vida sabe, alguns até chegaram a perder as asas por não saber manter o seu papel em minha vida, mas no momento tem uma grande anja chamada jess't, que vem completando minhas tardes e minha vida ;; te amo pow (L)"

" Então ele veio, acordou e percebeu que necessitava falar o seu dia para alguém, não sabia quem, mas tinha que falar, ele tinha plena certeza que existia esse alguém, ele a conhecia, ele a adimirava, ele sabia quem era ela, lavou rápido o rosto, pegou uma camiseta, correu, e entrou no seu msn, e ali estava ela, com um subnick sempre legal, ou melancólico, ou muitas vezes feliz, como era a pessoa dela, e ele desabafou, contou tudo o que tinha e o que ainda havia de ter, lembrou até do cheiro de mingal que ela teimava não ter, lembrou do abraço forte que ela tinha lhe dado, e do jeito engraçado e estrovertido de lidar com as coisas da vida, "sexo, drogas, hardcore e nada mais", talvez uma praia ao som de um violão, podia tocar qualquer coisa, poderia ser com aquela minha voizinha de mulherzinha, poderia apenas inventar musicas numa rede, mas tudo aquilo parecia ser eterno para nós. Foi quando me dei conta que eu estava completo, foi quando eu pude respirar e não sentir uma estaca entre meu peito e meu estomago, pude sentir um anjo tirar esta estaca de mim, melhor dizendo uma anja, tinha uma luz escura, mas brilhava intensamente, e me curou daquela dor, a dor da falta de alguém, a solidão, mesmo em meio a uma multidão. Só tenho a te agradecer por esta aqui, nas minhas tardes, nas minhas manhãs, esta aqui, dentro de mim, ou logo ali, mas sempre aqui. TE AMO!"

"somos a chuva que cai e a que vai cair, temos o direito de tudo e o dever de nada, adoramos todas as coisas que convém, e as que não convém a gente deixa naquela sala de estar. eu só queria ser você, e você eu, e só assim seriamos o pleno."

"É pequena, você anda me fazendo uma falta danada. Era tão bom passar aquelas tardes com você. Lembra daquele barco que nós compramos pra poder passear pra bem mais longe? Era tão bom. E depois disso a gente comprou um avião de papel só pra poder sentir as nuvens passando entre os nossos dedos, e saber o gosto que elas tinham. Lembro também que a gente ganhou uns remos novos, pois os nossos estavam desgastados de tanto remar pra lugar algum, e quando finalmente achamos um rumo certo, eles já não serviam mais. Eis o motivo do nosso tão inesperado fim. "

".no nosso barco, usamos o mesmo remo, porque até no nosso esforço fisico somos um só e ponto final."

"e eu sou seguro de mim, pois tenho você pra me guiar nessas veredas."

"A cerca de meses atrás, andando na minha nave do esquecimento, eu tentava apagar e deletar todas aqueles 'amigos' que se diziam me amar, que falavam que eu era todas as coisas possíveis e impossíveis para eles, até mesmo quase um Deus grego, mas como a minha nave me fala sempre a verdade, me desvendou que tudo isso que eles falavam, expressavam ou algo do tipo, era tudo fachada, era só o simples toque deles de me fazer bem, um bem descartável, um bem momentâneo e não eterno. Ai veio você, me mandando pro inferno, batendo na minha cara, e dizendo tudo que eu não tinha que escutar, e pela primeira vez sente verdade nisso tudo, sente que a tapa, os gritos, e as coisas erradas que tu falavas era o verdadeiro amor, sem medo de dizer, sem medo de fazer, sem medo de receber qualquer tipo de coisa que viesse em sua direção. Hoje indubitavelmente eu amo você, e espero que permaneça aqui, sem mover nenhum passo, a não ser pra me abraçar e me confortar com esse teu amor tão puro. Eu amo você." (millin albuquerque)


É tudo que eu posso te entregar. É tudo que eu tenho pra te dar. É tudo que eu não vou receber.

Jessica Torres


Um comentário:

  1. "Não desista de quem desistiu
    Do amor que move tudo aqui
    Jogue bola, cante uma canção
    Aperte a minha mão
    Quebre o pé, descubra um ideal
    Saiba que é preciso amar você
    Não esqueça que estarei aqui
    E corra, corra!"

    Isso me fez lembrar essa música.

    ResponderExcluir

comente aqui