Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 14 de abril de 2010

é, é complicado


A vida é complicada. um dia é um, hoje já é outro e amanhã eu nem sei mais. Ontem meu amigo, hoje meu namorado, amanhã meu marido. A vida é simples. A gente aceita o que acontece, arca com as consequências de nossos atos e assim, vive. Sofri, chorei. E se eu pudesse escolher, sofreria e choraria novamente. Não me arrependo do que fiz, essas escolhas (ou erros) me levaram ao que sou me tornei hoje. Sofri por um, para depois poder amar o outro. O amor é complicado. Às vezes era outro, às vezes era um, e depois de muitas brigas e confusões descobri o que queria e pulei de novo nesse abismo chamado amor. O amor é simples. A gente ama e pronto. Não se sabe em qual sentindo, não se sabe em qual raça, não se sabe se é amizade, se é paixão; e a gente só ama. Um hora é amizade, dois segundos depois só quero saber de casar com ele. E só sei que o amo. E pronto. É simples. A vida e o amor são complicados, e andam lado a lado. Não há vida sem amor, e se há amor é como se não tivéssemos mais vida, porque só há a vida dele, só existe o coração dele a pulsar, só a existe a respiração quente dele perto do seu ouvido. A vida e o amor são simples. Vivo por isso amo, te amo e por isso existo. E pronto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui