Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 12 de abril de 2010

é, isso é amor ( resposta)


Acordar bem cedo, levar pouco mais de um minuto
para tirar as remelas dos olhos, escovar os dentes,
e vestir a farda, vai de novo pegar o ônibus lotado,
cheio de gente cansada, no caminho não tinha mais
em quem pensar, ou melhor, até tinha. Mas, aquela
pessoa não era ainda a pessoa que ela precisava.
Chegava no colégio, voltava pra casa, e não encontrava
ninguém pra dizer o quão sozinha ela realmente estava.
Até que em uma dessas noites ela o encontra. Ele era
tudo que ela precisava, curtia hardcore, morava perto,
era estiloso, tão da forma que ela precisava, tão da forma
que ela imaginava. Ela sentiu medo, tinha um rolo e milhares
de problemas em volta desse guri, mas, mesmo assim ela
pulou de cabeça nesse penhasco de cabelos cacheados.
Eles podiam se aproximar de todas as formas possíveis,
podiam só se ver de vez em quando, só ser conhecidos,
mas, o destino tinha muita mais reservado pra eles dois.
E da forma mais sedutora, mais carinhosa, e apaixonante, eles
se encontraram, pelos lábios. Eles tinham o mesmo aspecto,
mesmos pensamentos, mas, infelizmente não a mesma intenção.
Ela queria ter 55 filhos, casar, e morar numa casinha no
campo com cerquinha branca, ela queria se acordada todos
os dias com café da manhã na cama, e ele... ele queria
só seguir a vida, queria continuar a desejar as coisas
que ainda havia pra desejar nessa vida. Ele queria mais
uma festa, ela queria mais uma curtição, ele queria mais
uma garota. Ela sabia que não era intencional, ela sabia
que ele tinha visto tudo o que queria nela, mas, o coração
dele não. Depois disso, veio a ruína, todas as coisas
que ele havia construído mesmo sem querer estavam ali
em pedaços. Seguindo a vida, ela se conformou, procurou novos
horizontes, procurou novas tarefas, procurou esquecer. Viu que
que não precisava dele. Depois de algum tempo, eles descobriram
um novo contexto, ele se chamava amizade, e eles viram que se
completavam não pelos lábios, e sim por afeto e confiança.
Então, ela acordou pra vida, e viu que precisava contar seus maiores
segredos pra alguém, esse alguém era ele. Ela o admirava, ela o conhecia.
Correu para seu msn, e lá estava ele, com suas frases profundas, e sempre
o melhor dos conselhos, e ela desabafou, contou o que passou e o que virá,
e lembrou. Lembrou da cor de doce de leite que ele tinha,
dos jogos da verdade que eles faziam, da música que ele tocava,
e do seu jeito, é, aquela voizinha de mulher, aquele sorriso
maior que o mundo, e nada mais existia. E ele zerou a vida dela.
Ela sempre esperou alguém como ele, não para se casar e ter filhos,
e sim pra sonhar e se aventurar, ou talvez inventar músicas numa rede,
ou somente andar ao lado dele para descobrir o que tem por vir, conhecer
mais gente, sair por aí, bater fotos, viver. E ela se deu conta
de que tinha chegado a sua completude, foi quando ela pôde respirar
e não sentir uma estaca entre o seu peito e seu estomago,
e ele a salvou. Ela podia sentir um anjo tirar a estaca dela, tinha
uma luz escura que brilhava intensamente, e a curou de todas as dores,
a dor da falta de alguém, a dor da falta de um amigo verdadeiro,
a solidão, mesmo em meio a multidão. E a gratidão que ela tem por ele
não existi. E ela sou eu, e você deve estar rindo desse texto,
mas, é só pra te agradecer por estar aqui, nas minhas tardes, nas minhas
manhãs, enfim, estar aqui. Aqui, dentro de mim, ou logo ali, mas, sempre
aqui. Eu te amo e nunca vou te largar!

( resposta á : http://palacioscastelos.blogspot.com/2010/03/acorde-bem-cedo-leve-1-minuto-e-meio.html)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui