Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 5 de julho de 2010

garçon, aqui, por favor


- Garçom, por favor me traga uma dose de realidade pra todos que estão nesse meu círculo de amigos. E por favor, quem não aguentar, levante-se e retire-se daqui.

E na minha garrafa de realidade tem que ter tudo o que todos não conseguem ver porque fecham os olhos pensando que assim vão se livrar da dor que causa uma boa verdade.

Entenda, o amor não é pra sempre. Uma hora acaba, qualquer coisa irá separá-los. A convivência ou a morte. Uns duram mais, outros menos. Mas, vai acabar.

Ah, já entendi, você prefere viver nesse seu conto de fadas? Ok. Um pouco de magia pra você: vocês vão ser felizes para sempre; ele vai voltar; e sim, ele vai sempre te amar, tá bom?

Eu não sou mulher de meias verdades, nem de mentiras que arrancam sorrisos, não com meus amigos. Se sou falsa? Sim, com quem merece. Meus amigos de verdade merecem falsidade? Não, e não vou poder fazer nada depois, se eles não aguentarem minha lingua afiada que dirá sempre o que eles não vão querer ouvir, e eu vou sempre falar, porque um dia eles vão perceber que só assim eu poder vos ajudar.

- Garçom, traga mais uma, essa senhora quase desistiu, mas, no fim acabei por convencê-la que um pouco de realidade não irá lhe matar. E só irá lhe ajudar.

jess torres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui